Google+ minha casa, meu mundo: Uma segunda chance a Paris

4 de março de 2013

Uma segunda chance a Paris

Postado por Dani

Ontem terminei de ler o mais recente livro da Danuza Leão, É tudo tão simples. Leve, é um manual bem-humorado de etiqueta e boas maneiras. Mas não é sobre o livro que quero falar. É que, em vários momentos, Danuza faz declarações de amor a Paris, onde morou quando era modelo. E mais uma vez pensei que preciso dar uma segunda chance à capital francesa. Eu explico.

Era recém-casada e a nossa primeira viagem de férias foi para a Europa. Não, não éramos endinheirados. É que roubaram o carro do meu marido e, enquanto esperávamos para receber o dinheiro do seguro, percebemos que conseguíamos nos virar com um carro só. Quando pegamos o dinheiro, compramos passagens para Madri e uma mochila. Em Madri alugamos um carro e começou a nossa aventura. Dirigimos até San Sebastian, entramos na França, fizemos o Vale do Loire e chegamos a Paris. Não sei se era porque o hotel ficava muito longe de tudo, porque estava chovendo cântaros, estávamos de carro ou fomos destratados por garçons sem educação. Só sei que odiamos Paris. Era 1998. Não voltamos mais.

Inúmeras vezes ouvi que não posso estar falando sério. Que Paris é isso, que Paris é aquilo. Sempre gostei dos filmes franceses, mas ando cada dia mais apaixonada por eles. Adoro a língua, as trilhas sonoras, a sensibilidade dos roteiros. A culinária é sensacional, eu sei. E, para completar, Paris está na moda. A torre Eiffel está em camisetas, almofadas, quadros, álbuns. Virou, inclusive, luminária.

Até as crianças amam Paris. É o sonho de viagem da minha filha, de 8 anos. Esses dias ela estava brincando que estava no Louvre. Como assim??? Na idade dela, acho que só sonhava em conhecer o Paraguai! E foi com esta surpresa que recebi a encomenda de uma festa Paris para o aniversário de 9 anos da Luisa.




Seguem os detalhes desta festa original:



Frascos de perfume não poderiam faltar!



Pirulitos de chocolate em formado da Torre Eiffel

Macarrons

Bicicleta, claro!



Detalhes da base do aparador: no porta-retrato, papel rendado.



 No fundo, muitos pompons de papel de seda










As luzes não poderiam faltar




 No balcão de lembrancinhas - macarrons embalados em caixas de papel -, mais Paris



Sim, estou convencida de que preciso voltar...


Criação e produção: Danielle Milarski (Vódia Mimos Artesanais)
Pirulitos de chocolate: Doce Estillo
Buffet: Festejando
Fotografia: Rinaldo Franco


Um beijo e até a próxima!








4 comentários:

  1. a Dani está organizando festas cada vez mais lindas!! Parabéns!!! :)

    ResponderExcluir
  2. Ola querida
    Eu lhe entendo,a primeira impressão é que fica.
    Eu moro a Bélgica e desde meus 15 anos,meu sonho
    era conhecer Paris,hoje vivo a 230km e vou sempre a Paris.
    Amo,fui sempre bem tratada,acho o povo bonito,elegante,gentil...
    Vou lhe dar um conselho,volte a Paris na primavera ou verão.
    Linda e super original esta festa,linda semana,beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Li o post e me veio um sorriso nos lábios porque até o meio do ano passado eu tb pensava como vc! Há muito tempo atrás fui a Paris e detestei! Os garçons eram mesmo mal educados, os comerciantes não se importavam em agradar os turistas e praticamente todo mundo lá achava que tinhamos obrigação de falar francês mesmo nos hotéis que,esses sim, tinham a obrigação de falar inglês, o idioma mundial.
    Saí de lá com uma impressão nada boa, sem fazer a mínima questão de voltar lá um dia.

    Em Outubro do ano passado precisei voltar a Paris Para um Curso de Arte e pra minha surpresa tudo mudou! Os comerciantes estão educados, boa parte fala inglês, tentam de fato ser agradáveis e me senti muito bem lá! Apesar da fama mundial em culinária o prato continua sendo enorme, a comida continua sendo minúscula, e o preço é do tamanho do prato mas pelo menos os garçons são prestativos.
    Talvez essa mudança seja pelo fato de alguns países europeus estarem passando por dificuldades financeiras, então, quem pode ter turismo forte deve tentar manter esse turismo e ganhar sempre.

    Conclusão: quero voltar a Paris! A última viagem que fiz acabou complrtamente com a minha má impressão, amei!

    Então, dê uma chance a Paris...volte lá tb!=)
    Bjus!

    ResponderExcluir
  4. Que MARAVILHA!!!
    Um encanto, detalhes divinos, parabéns.
    Volte a Paris, além de estar na moda, não é possível que as pessoas voltem de lá tão encantadas e não seja nada daquilo que comentam.
    Beijo grande e boa semana.
    Andréa Cabral

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis