Google+ minha casa, meu mundo: Como Arrumar uma Mala de Viagem - 1

1 de dezembro de 2008

Como Arrumar uma Mala de Viagem - 1



Sei que os tempos estão bicudos e viajar é quase uma insanidade.
Mas, seja sincera, existe algo melhor na vida?
Existe! Viajar com uma bagagem bem organizada e bem pensada, jamais bem pesada!
Quando eu viajo de carro (fazemos muito) costumo levar tudo o que quero e caiba no porta-malas! É uma delícia ter uma sucursal do seu guarda-roupa à disposição.
Mas quando a viagem é aérea e eu vou ter que carregar a mala com as minhas próprias mãos (descer de metrôs e trens, subir e descer escadas, tirar e colocar em esteiras...) sempre consigo reduzir ao máximo e atingir a meta da quase perfeição (hehehehe).
Sem falsa modéstia, sou uma excelente fazedora de malas!
Não importa quantas malas de compras você carregue na volta e o quanto pague de excesso, o importante é não SAIR de casa com excesso de bagagem, voltar é sempre uma delícia.
Existem algumas regrinhas básicas a serem seguidas:

1. Planejamento:
Comece a organizar sua mala com ao menos uma semana de antecedência, garantindo sucesso e tranqüilidade (eu começo antes). Particularmente acho organizar tão divertido quanto a própria viagem.

Ao planejar sua viagem e pesquisar sobre o seu destino é possível traçar um perfil do local a ser visitado e qual será a atividade prioritária em sua estadia. Existem viagens que são um banho de cultura e ficamos batendo perna de museu em museu e tomamos um chop na calçada antes de desabar na cama; outras são super sofisticadas e freqüentamos ambientes que demandam uma produção cuidadosa; existem as viagens de aventura, onde temos que priorizar a funcionalidade do vestir; existem os destinos de balada, dia e noite; existe as viagens da preguiça e só ficamos na rede vendo o mar...
Você vai de mochila para a Europa e não pretende nada mais do que tomar uma cerveja na calçada? Ou você tem reserva para todos os restaurantes 3 estrelas de Paris?
Você vai em um cruzeiro? Ou vai navegar em um veleiro pelo pacífico?
Não apenas o destino, mas o que você vai fazer em seu destino determina o que carregar em sua mala.

Você, como eu, gosta de viajar sem regras, sem destino, sem reservas em hotéis ou restaurantes? Melhor ir preparada para tudo.

Importantíssimo é descobrir a temperatura média no período de sua estadia.
Quase a totalidade dos destinos mantém sites oficiais de turismo, onde consta esta informação.

É sempre um bom guia, mas não é garantia de acerto. Eu já peguei chuva e muuuito frio em Cuba em época de temperaturas médias de 30o. Mas isso faz parte e não dá para escapar do imprevisto.

2. Escolha a mala:
Se você vai viajar de ônibus ou trem, hospedando-se em albergues ou hotéis mais simples, esqueça a mala de rodinhas e opte por uma boa e resistente mochila, fácil de carregar.

Compre a melhor mochila que você encontrar (com alças acolchodas e cinto abdominal) e respeite a sua capacidade de carregar peso, normalmente 1/3 do seu próprio peso, caso contrário seu passeio pode virar uma penitência, carregando uma cruz por aí...
Se você não faz o estilo mochilão e sua viagem terá um pouco mais de conforto, opte por uma mala de rodinhas. O tamanho você escolhe conforme a expectativa de compras em seu destino. Daqui você vai sair com a mala quase vazia.

Não esqueça um detalhe: em viagens aéreas deve-se respeitar não apenas o peso da mala, mas também suas dimensões, como estas exigências variam de companhia para companhia e trajetos (domésticos ou internacionais), o mais seguro é se informar no site da companhia pela qual vai voar.

Uma boa mala de viagem (e mesmo uma boa mochila) não custa barato, mas é um excelente investimento porque te acompanhará por anos a fio!! Ao comprar observe os acabamentos, principalmente botões e zípers, que devem ser reforçados.
Compre a mala mais escandalosa que você encontrar e amarre um lenço ainda mais berrante. Tem vergonha? Melhor que algum engraçadinho levar sua mala “por engano” da esteira ou do trem!!!!!! As minhas são vermelhas berrante! Fica mais fácil encontrá-las na esteira e evita equívocos.

Poucos são os aeroportos em que há efetivo controle de retirada de bagagens, quanto mais em alta temporada. Nos trens (salvo a primeira classe, onde você não carrega malas, baby) não há controle algum e geralmente sua bagagem fica em compartimentos coletivos sem qualquer identificação.

Ainda no quesito segurança: compre um bom cadeado para sua mala, de preferência aqueles com códigos e sem chaves. Já me aconteceu de perder as chaves do cadeado e eu ter que explicar, em outra língua, para um dono de hotel nada amigável que precisava de uma ferramenta para arrombá-lo, foi uma experiência chata e que me tomou a tarde toda.

Por favor, não programe o cadeado com códigos simples: 0000, 1234, 9999...

Eu não gosto de malas rígidas. Apesar de mais seguras, viram um transtorno quando você quer fazer caber tudo o que comprou (não adianta sentar em cima...), sem esquecer que roupas sujas dobram de tamanho.

Dentro da mala leve uma bolsa de nylon dobrável, para acomodar suas comprinhas (já deu para notar que adoro comprar quando viajo?)

3. Nécessaire:
Com todas as restrições aos objetos que podemos levar à cabine em nossa bagagem de mão, é crucial termos uma boa nécessaire onde possamos acomodar todos os nossos creminhos e instrumentos de beleza.

Uma boa nécessaire é rígida e impermeável (caso o shampoo vaze não vai manchar suas roupas) e comporta tudo o que você precisa para ficar linda. Não esqueça de comprar um conjunto como mini potes para acondicionar shampoo, cremes e outros líquidos, sem falar que estes frascos são menos suscetíveis à vazamentos, porque normalmente são rosqueáveis.


4. Bagagem de Mão:
Como por vezes há modificações nas restrições ao que podemos levar em nossa bagagem de mão, especificação, dimensão e peso, aconselho obter esta informação junto à companhia aérea antes de arrumar suas malas.

Contudo, algumas regrinhas são imutáveis. Leve sempre na bagagem de mão:
· Documentos.
· Dinheiro e cartões de crédito
· Remédios de uso contínuo e sua respectiva receita (de preferência em inglês e na língua de seu destino)
· Óculos de grau, inclusive o sobressalente (você leva um, não é?)
· Um livro
· Uma blusa de malha e uma meia para se proteger do ar condicionado (eu morro de frio!).
· Uma muda de roupa, caso sua mala seja extraviada você terá o que vestir nas primeiras 24 horas.
· Se estiver indo em direção ao frio, um casaco para se agasalhar no momento da chegada.

Amanhã vou dar dicas sobre o que vai na sua mala...

Um comentário:

  1. Achei otima as dicas do teu blog. Simplesmente adorei. Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis