Google+ minha casa, meu mundo: Redwork - Tutorial

26 de fevereiro de 2009

Redwork - Tutorial


Sei que o bordado não tá lá essas coisas... mas fiz rapinho para postar logo!

Adoro bordar.
Tive a sorte de contar com uma avó bordadeira, e não é qualquer bordadeira, mas uma senhora polonesa que (dizem) bordava enxovais como ninguém.
Mas, infelizmente, eu não tive tempo de aprender muito com ela e fiquei apenas no básico. Se hoje ela viesse me visitar teria até vergonha de mostrar minhas coisinhas.
De qualquer forma, bordar é um vício e um companheiro. Eu sempre tenho um bordado pequeno na bolsa, dentro de um potinho de plástico. Deu um tempinho, já estou bordando.
De todas as técnicas possíveis, a que mais gosto é o bordado livre, exatamente por ser a mais simples de todas.
E entre tantas possibilidades, sou apaixonada por redwork, que nada mais é do que bordado livre feito apenas em vermelho!
Simples, mas o resultado é fantástico!
Vamos começar? Veja o tutorial:



Material

1.Tecido: eu gosto de bordar em algodão rústico ou linho, tecidos mais encorpados. Acho que o resultado fica melhor, porque os nós, emendas e passadas de fio do avesso não aparecem no direito (lembre-se estamos usando fio vermelho em tecido branco).
Mas isso é questão de gosto, e é possível bordar em qualquer tecido, inclusive os estampados.

2. Para copiar o desenho: primeiro eu faço uma cópia do livro ou revista (se for o caso) e reforço o traço com canetinha escura.



Depois eu coloco o tecido sobre o desenho e copio com um lápis macio. É como se fosse copiar em papel. Se o tecido for muito grosso ou de outra cor além do branco é preciso usar carbono para costura, o melhor (eu acho) é o amarelo.
Existe também um lápis japonês que serve para contornar o desenho no papel e depois decalcar com ferro, é muito útil porque não tem perigo de borrar como o carbono. Mas é difícil de achar e caro.



3. Linha: eu uso DMC nos mais variados tons de vermelho. Tem quem prefira fio de seda e o acabamento fica realmente muuuito melhor. Eu acho ruim trabalhar com o fio de seda porque desfia um pouco.
Mas tudo é uma questão de gosto e bolso. Sendo vermelha, qualquer linha vale.
Apenas tomem cuidado com as peças que serão lavadas (panos de prato, toalhas, etc...) porque algumas linhas soltam tinta e mancham o trabalho. Façam um teste antes.

4.Bastidor: eu não gosto de usar e quando posso dispenso. Mas a verdade é que no bordado livre misturamos muitos tipos de pontos que acabam enrugando o tecido e comprometendo o resultado final do trabalho. Então, se você ainda não tiver muita prática, providencie um bastidor.



5.Pontos: Não existem pontos determinados para o redwork.
Falam muito que o ponto correto é o haste. Discordo. Basta ver revistas americanas, alemão ou francesas que tragam moldes de redwork para vermos que todos os pontos são usados, até mesmo os de fios contados, quando o tecido permite (como o linho). Tudo é uma questão de gosto. O bordado é seu e ponto final.
Eu particularmente gosto do correntinha, porque acho que dá um relevo diferente ao trabalho. E adoro misturar outros pontos fantasia, para produzir diferentes texturas e contrastes.
Não sabe do que eu estou falando?
Vá correndo baixar o livrinho 100 Pontos para Bordado da Coats Corrente, lá tem tudo beeem explicadinho.

De qualquer forma, os pontos baaaaásicos são estes:

Ponto Haste


Ponto Atrás


Ponto de Alinhavo


Treine muito. E não desista. Os primeiros ficam ruins mesmo. Mas quando você menos esperar já pegou o jeito!
Daí não para mais! É vício mesmo!

Amanhã vamos ver alguns blogs e sites onde encontramos osmais variados riscos.

O risco que fiz está aqui:



17 comentários:

  1. Adorava tentar um dia ;)

    ficou mt bonito!

    ResponderExcluir
  2. Excelente seu tutorial. Obrigada por compartilhar!
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Está muito bonito s\ bordado é da Tilda não é mesmo? Tbemfaço patchwork,porem ando somente c\ bordadinhos assim primitivos,é muito facil e o resuktado sempre agradavel. Sou fã de s\ blog, ele é muito gostoso de ser visitado..

    ResponderExcluir
  4. Ficou uma graça mesmo! Parabéns! A vovó poloneasa se orgulharia! =)Gostaria de saber como vc costuma finalizar as suas peças bordadas... Almofadinhas? Sacolinhas? Como? Pode responder aqui que recebo na minha caixa de e-mails.

    ResponderExcluir
  5. Adorei o seu tuto! Vou tentar bordar um desenho do meu filho.
    Bjks
    Nina

    ResponderExcluir
  6. Pra quem vai começar, está ótimo, simples e claro.

    ResponderExcluir
  7. Ficou ótimo, vou tentar uns pontinhos nos meus trabalhinhos!
    obrigada pela explicação!

    ResponderExcluir
  8. Já até comprei um bastidor, falta só a coragem para começar.
    Obrigado pelos riscos. bjinhos.Magda

    ResponderExcluir
  9. Obrigada pelas dicas valiosas.
    Um abraço
    Nancy

    ResponderExcluir
  10. sempre achei interessante e ñ sabia como fazer...
    vc é divina..amei teu blog, tua maneira de se expressar...
    tudo muito conversa de amigas meeeesmo!
    bjka.

    ResponderExcluir
  11. Fiquei encantada com o trabalho....
    Parabéns, adorei

    ResponderExcluir
  12. obrigada, muitas das minhas dúvidas foram tiradas,obrigada mesmo e que Deus abenções vcs.
    beijos.

    ResponderExcluir
  13. QUERIDA , ADOREI SEU TUTORIAL, PARABÉNS E MUITO OBRIGADA PELA CONTRIBUIÇÃO. BEIJOS

    ResponderExcluir
  14. AMEI!!!! Ainda vou fazer........
    bjkas.....

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pela sua iniciativa de disponibilizar os passos para este bordado.....é muito bom encontrar pessoas generosas... vou aproveitar bastante...Luciana

    ResponderExcluir
  16. Que lindo!!! Adorei esse PAP.
    Abraços,

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis