Google+ minha casa, meu mundo: A Queda do Muro de Berlim

9 de novembro de 2009

A Queda do Muro de Berlim


Berlim - 1989

Para mim, o melhor do dia foram as comemorações dos 20 anos da queda do Muro de Berlim. E eu tenho um pedacinho dele aqui em casa (tirado pelo Leo em 1990)! Ainda lembro da euforia daquele dia e nem tinha internet para saber notícias e vermos fotos em tempo real.




Sou contra toda e qualquer ditadura, esquerda ou direita, tanto faz. Mas ando sentindo saudades do mundo pré- queda do muro e pré-globalização. Acho que estou ficando velha, mas naquela época os estudantes de uma universidade jamais agrediriam uma moça porque ela está de mini-saia, quando menos a universidade expulsaria esta moça e deixaria os trogloditas impunes. Nos anos 80, assim como nos 60, usavamos mini-saias curtíssimas, lembro que eu saia a noite com um tutu de bailarina, meia arrastão, uma meia sete oitavos por cima, coturno e corselet (Madonna em dias melhores), muitos colares de pérolas e correntes... éramos exageradas, coloridas, provocantes. E eu nunca foi alvo de nenhuma grosseria na vida, quanto menos agressão.
Tenho saudades de uma época em que acreditávamos ser possível um mundo melhor e que poderíamos fazer diferença na construção deste mundo. O coletivo não significava massificação e turba, era apenas plural, aceitando as diferenças. O outro não era o inimigo, era apenas diferente e era interessante que assim fosse. Tínhamos sede de conhecimento, uma vontade imensa de ver o mundo, de deixar a zona de conforto e abandonar nosso umbigo para criar asas e abraçar o mundo.
Éramos pessoas melhores, todos nós. Tínhamos esperança, coragem e força. Tínhamos ideiais e utopias.
A Universidade era um espaço intocável onde tínhamos orgulho de estar.
Eu nunca tinha ouvido falar em depressão, tínhamos nossas tristezas que pareciam infinitas, mas que passavam e desaguávam em um imensa alegria em estar vivo.
Ler ainda estava na moda e os intelectuais franceses faziam sucesso.
Hoje vejo apenas um vazio enorme e sinto saudades.
Vou descansar.
***
Esta semana a coisa tá preta no trabalho, então peço desculpas adiantadas pela minha ausência! Mas, infelizmente, não vai dar tempo de passear e espiar os blogs amigos.

***
Beijos
Lu


11 comentários:

  1. Amiga, eu tb sinto esse vazio, antigamente as pessoas tinham opinião e agora não...
    Sei lá, acho que a sociedade desse ano é vazia e robozinho.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Lú, acho que sentimos falta do bom senso e certos limites que ainda devem existir, não através de um muro, mas na consciência das pessoas!! Beijos querida

    ResponderExcluir
  3. Eu era pequena qd caiu o muro, mas lembro das imagens na tv.
    Qt á moça da mini saia, aqui em Portugal essa noticia tb passou e me deixou indignada. Como é que nos dias de hoje ainda há gente tão retrogada e outras que se deixam levar por elas, pois acredito que a maior parte daquelas pessoas se deixou levar na onda. Onde está a liberdade daquela menina de poder vestir o ke kiser?
    Fiquei ainda mais indignada qd soube por ti que ela teria sido explulsa da universidade. Estamos a andar para trás, ai isso estamos.
    Beijos
    Silvia

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu Adoro seu blog, vc é genial, abro sempre que dá, também sou
    casada e tenho filhos, sei sua correria... Também sou de Curitiba...
    Trabalha no Forum? Qual? bjks Rosane

    ResponderExcluir
  5. Lu, vim te contar que não estou conseguindo passar um só dia sem ver a novidade que vc postou. Isso é vicio...rsss.....beijos

    ResponderExcluir
  6. a quando da queda do muro eu era pequena tenho apenas uma pequena ideia de ver a noticia na tv-mas quanto aos valores sei do que falas....estão em falta -não soube desta história da mini saia mas pelo que percebi -anda tudo louco é?????

    ResponderExcluir
  7. Ontem vi alguns documentários sobre...

    ResponderExcluir
  8. Nossa Lu, lendo seu post me deu uma "baita" saudade do passado... Lembro da mesma época e da minha super mini saia de "inverno" que usava com meias grossas e bota! hahaha
    Nossa ingenuidade era muito linda. Hoje, faz falta. E estão todos "espertos" demais para meu gosto. Não que não fôssemos inteligentes, muito pelo contrário. Éramos, e muito. Líamos, escrevíamos, debatíamos... Faculdade era um "antro" de cultura e discussão... Hoje, é uma vergonha.
    Penso se a UFPR continua sendo o que era e vejo que não. " Já choramos muito...Muitos se perderam no caminho..."
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Conheci o seu blog semana passada. Fiquei tão apaixonada por tudo o que você escreve e pelas dicas lindas que dá, que acabei lendo tudo, desde a primeira postagem! Agora sou leitora diária e fã de carteirinha.
    Beijinhos,
    Marcela

    ResponderExcluir
  10. Não lembro dessa época, mas mesmo assim tenho saudade, tenho medo do mundo que espera minha filhinha (2 anos e 11 meses).
    Tenho saudade de algo que não vivi, por ter vivido sempre nesse mundo sem confiança, sem carinho, sem amigos...

    ResponderExcluir
  11. Lu, qdo dá espio seus posts... acho muito coerente o que escreve... realmente os yuppies são os de hoje... no nosso tempo( noooossa... tamos velha heim..rss, anos 80 realmente os jovens eram melhores... tento não deixar meu filhote (15 anos) se perder neste egoísmo que impera hoje, mas como é complicado ser gente honesta e solidaria nos dias de hoje... mas guardo o "sonho" do mundo melhor no meu coração... portanto não desisti ainda dele!!! Quem sabe teremos um final feliz... dizem ki o importante é ter fé... então estamos no caminho certo...
    bj

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis