Google+ minha casa, meu mundo: Crimes e Siluetas

31 de maio de 2010

Crimes e Siluetas

Hoje homenageio os CIVIS mortos nesta madrugada por ISRAEL, em águas INTERNACIONAIS, na tentativa de levar ajuda humanitária aos palestinos. ver aqui
Talvez hoje quando os mortos são de diversas nacionalidades, inclusive européias, o mundo acorde para os inaceitáveis crimes de guerra cometidos por Israel. Mas não acredito nisso... e não compreendo a postura da ONU, ou melhor compreendo perfeitamente, só não posso aceitar.
Desde o primeiro dia que soube desta iniciativa da ONG Free Gaza e da intenção de levar remédios, cadeiras de rodas, alimentos e materiais de construção por mar à Gaza, infelizmente esperava o pior. Mas ainda que o pior seja previsível sempre se acredita que há uma chance...
Mas é fato, os palestinos não tem a mínima chance e estão condenado a morrer de fome, sem remédios, sem energia, vivendo em casas que são apenas ruínas. Crianças inclusive.
Para mim pouco importa quem "tem razão" (mesmo porque em guerras ninguém tem razão), pouco importa de quem são aquelas terras, pouco importa quem matou quem. Ao contrário do que possa parecer não sou contra Israel ou pró-Palestina, apenas não posso aceitar que um povo sofra tanto pelo simples motivo de não querer abandonar as terras em que vivem por milênios.




***


Para quem gosta de quadrinho de siluetas, como fazer (com moldes) AQUI

***

9 comentários:

  1. Algumas vezes penso que eu tô doida ou ficando ruím de entender coisas... já li muitas vezes a história de como o povo do israel chegou a palestina, etc., etc., leio e continuo sem entender como um povo que sofreu tantos horrores podem aplicar praticamente esses mesmos horrores a um povo que já estava alí antes deles ... sinceramente preciso que alguém me diga EXATAMENTE o que aconteceu para que, talvez eu possa entender, não a guerra porque essa não tem como entender mas como eles pensam ou como ficaram assim, tão modernos, cheios de tecnologias e tão ruíns e incensíveis ao sofrimento de um povo....

    ResponderExcluir
  2. Lu, concordo integralmente com vc!
    Infelizmente o que percebo é que a guerra ultrapassou os limites históricos do conflito inicial, e o que se vê hoje é a perpetuação do ódio e da intolerância, que são cultivados exponencialmente por essas comunidades que além de 'reaver' terras, objetivam a submissão alheia.
    Em relação à ONU, na minha modesta opinião, está mais para organizar cerimoniais de gala para as nações ricas do que para fazer valer alguma autoridade ou influenciar o mundo pela realização da paz. Uma lástima...
    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Lu,querida!
    Fui eu quem apagou o comentário a pedido da minha família.
    Desculpe-me,não foi nada pessoal,vc entendeu,não?
    É q cada pessoa reage a comentários de uma maneira e nós q passamos por tanta coisa,familiares mortos em campos,anti semitismo e mil coisas mais ficamos ainda mais chateados pq certas coisas aumentam e muito a visão distorcida do meu povo.
    Tenho amigos palestinos e o maior respeito por eles.Assim como ,penso eu,o Exército de Eretz Israel não faria a toa a vistoria do barco,mesmo pq pelo q conheço de Israel,todas as pessoas são revistadas por causa dos inúmeros atentados.
    ve lehitraôt!

    ResponderExcluir
  4. Eu entendo o seu posicionamento,
    contudo, temos que nos por na pele dos outros. Como se sentiria ao ver os teus compatriotas a explodirem dentro de uma pizaria ou ao passar na rua, pelo simples fato de ser hebreu? Como se sentiria em ser menoprezado, injuriado só pelo simples fato de ser hebreu??? Esse povo carrega uma grande história de horror à sua volta. Na Europa a igreja católica perpetruou verdadeiros massacres e INJUSTIÇAS CONTRA O POVO HEBREU. Até hoje há pessoas que torcem o nariz para o fato de alguém se declarar judeu. Já ouvi muito disso e de pessoas que se dizem democratas, que se dizem cultas. Não entendo esse comportamento.Todavia entendo a sua maneira de ver e entender as coisas, contudo, como já disse, devemos nos colocar no lugar dos hebreus e tentar ver como eles vivem em constante tensão em relação a um atentado e misseis a virem dos paises vizinhos.
    Um grande abraço de Maria Filomena.

    ResponderExcluir
  5. Desculpe, mas discordo veementemente de ti neste momento. Nao foram "civis inocentes mortos" pelo malvado povo de Israel. Foram pessoas que, deliberadamente, desobedeceram o direito internacional de protecao de territorio e, a revelia, plantaram uma situacao onde parecem tao bonzinhos, sabendo que a reacao de Israel seria a que foi, para fazer-se de vitimas aos olhos do mundo.
    E conseguiram seu intento: metade do globo acha que iam inocentes civis com ajuda humanitaria (mentira!) dentro do navio. Nao foi nada disso, mas infelizmente o mundo segue cego, surdo e mudo, perseguindo o povo judeu, porque convem.
    Os palestinos sabem exatamente como jogar.
    Isso e o que me indigna.
    Precisava deixar este comentario, porque estou cansada de ver como a midia e a ONU jogam com as informacoes da maneira que lhes convem e a maioria das pessoas de boa fe apenas acredita.
    Um abraco, um beijo, respeito sua opiniao, mas acho que carece de informacao profunda para fundamenta-la.

    ResponderExcluir
  6. Em tempo: meu marido e israelita e temos acesso as informacoes que a maioria nao tem. So quem viveu em Israel sabe o que acontece. Minha sogra esta la e tem que estar se esquivando dos misseis que os palestinos mandam todo santo dia... Mas isso ninguem ve...

    ResponderExcluir
  7. Por essa e por outras sou a favor da criação de um estado palestino!!!Acho que só com dois estados o conflito começará a ter contornos de um fim!

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis