Google+ minha casa, meu mundo: Alfineteiros e um blá, blá, blá

14 de maio de 2012

Alfineteiros e um blá, blá, blá

Postado por Lu Ramos

Ontem meu dia das mães foi uma delícia! Carinho das filhas, família toda reunida, avós, tios, primos. Foi muito bacana. E hoje começa mais uma semana, que ela seja ótima para todos!
Depois de um período negro (de quase um ano, vou ser sincera), a vida começou a melhorar. Tive excelentes notícias semana passada que me deixaram feliz, e a primeira consequência de eu me sentir melhor é querer me cuidar mais, fui ao salão, fiz luzes no cabelo (que queria há tempos), voltei a caprichar um pouco mais na make diária e a me vestir melhor. O primeiro sinal de que não estou bem é relaxar no visual e ficar prostrada, sem vontade para nada. Mas aos poucos minha energia está voltando, em todos os âmbitos da minha vida e fico muito feliz com isso.
É tão engraçado como os anos ímpares sempre são meio caóticos na minha vida... olho para trás e percebo perfeitamente este fenômeno, acho que tenho que começar a me preparar emocionalmente para eles.
O engraçado disso tudo é que semana passada postei algumas fotos de makes e do salão (com direito a papelotes e tudo) e acabei sendo excluída por algumas pessoas. Não quero acreditar que tenha tido qualquer relação com minha "futilidade", mas aparentemente foi. E fico pensando como é difícil ser mulher hoje em dia. Se não cuidamos da aparência, somos relaxadas. Se cuidamos, somos fúteis.
Eu não sei para vocês, mas como disse antes, cuidar da aparência para mim tem relação direta com estar feliz e de bem com a vida. Como se meu estado de espírito se refletisse em minha pele, meu cabelo... Se estou bem, eu me cuido sim,gosto de me ver bonita. Por isso, quando vejo alguém meio descuidado por aí logo penso que esta pessoa está levemente deprimida.
E não acho que cuidar de sua aparência é futilidade, porque isso aumenta nossa auto-estima, faz nos sentirmos melhores, mais felizes. Tudo sem exageros, porque vocês sabem bem o que penso de cirurgias plásticas, tratamentos estéticos e de mulheres como a Suzana Vieira (que se negam a envelhecer), tenho puro medo de gente assim, porque daí caímos no outro extremo, de quem não se aceita e faz de tudo para mudar o que vê no espelho.
Rugas, flacidez, bum bum caído, tudo isso faz parte da vida e não há muito como lutar contra sem garantir uma enorme frustração. É preciso aceitar a passagem do tempo com tranquilidade e dignidade. Não tenho medo de envelhecer, porque a única alternativa é a morte e eu quero viver muitos e muitos anos. Não me importo com as minhas rugas, mas quero fazer o melhor que posso com a imagem que vejo todos os dias. Não quero voltar a ter 20 anos, quero apenas ser uma quarentona com cara de quarentona bem cuidada. Não posso ver qualquer traço de futilidade em querer se sentir melhor.
E vocês, o que acham? Uma mulher que cuida de sua aparência é fútil ou está apenas feliz?
Beijos e uma excelente semana para todos nós!
Lu
***
E hoje, alguns projetos de alfineteiros para nós.
***

Este alfineteiro é muito simples de fazer!

{AQUI}
***

{AQUI}
***
Este não é fácil, mas é tão lindo!

{AQUI}
***

{AQUI}

31 comentários:

  1. Concordo totalmente com você, aliás parece que tirou as palavras de minha boca! Acho que exagero sempre tem algo por trás, negação, baixa auto estima! Mas se cuidar como você falou( apesar de não ser tão vaidosa como quando mais jovem) é se sentir bem consigo mesma e aceitar o tempo (51) como parte da maturidade e sabedoria que vem tão gostosamente( te juro adoro meus 51 anos).Aceito-me muito melhor e já não ligo pra propaganda muitas vezes enganosa de cosméticos nem para que os outros vão falar! Acho pra mim que isso é bem viver! bj e linda semana a todas NIna Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina, eu acho que a idade em que fui mais bonita foi aos 35, mas gosto imensamente da minha imagem. Gosto mesmo, eu me acho bonita, e isso não é convencimento. É aceitação. Tenho rugas e bolsas, manchas e estas coisinhas que vem com a idade. Mas eu me gosto,ponto. Para mim basta e fico feliz. Acho que este é o caminho do meio, do bom senso.

      Excluir
    2. Exatamente Lu, o caminho do meio!

      Excluir
  2. Eu, pelo contrário, a-do-rei ver esse seu outro lado, e adorei as dicas dos produtos de beleza! percebi q preciso me atualizar na forma de fazer a minha pele, na hora da maquiagem!! rsrsrs... mulher e mãe é isso td, tem várias facetas e vc demonstrou mais uma sua aqui! tb penso como vc, precisamos nos cuidar e gosto de me cuidar tb, sem exageros, claro! qdo fazemos isso demonstramos q estamos bem e ficamos ainda melhor! admiro mto vc e seu trabalho, um grande beijo, continue assim! Nanda De Nadai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda, surpreendi muita gente ao falar de maquiagem! heheheh, mas sabe que eu adoro desde muito jovem, é uma verdadeira mania. Gosto de ler e me atualizar, comprar produtinhos para testar... adoro! Gosto de ver tutoriais e tentar repetir em casa aqueles olhos bafônicos. Fico feliz que tenha gostado!

      Excluir
  3. Oi Lú, concordo contigo, pelo menos eu sou assim também. E como é bom, se sentir bem, feliz, e uma ida ao salão é tudo de bom, adoro. E ficou lindas tuas mechas. Bjs!!!!
    nina florence barros
    marione_florence@hotmail.com
    Guaiba/RS

    ResponderExcluir
  4. Cada um mais belo que o outro, gostei muito do que vem junto com o vidro.
    Beijos e boa semana.
    Kátima.

    ResponderExcluir
  5. Estou feliz em saber que boas novas estão chegando na sua vida. E essa coisa de futilidade é ótima. Minha querida, a seriedade demasiada estraga muito a vida. Não uso maquiagem, mas tenho meus ataques deliciosos de "futilidade" em outras áreas e curto muito. Pra vc ver: cismei que toda mulher tem que ter um sapato vermelho, que é sexy e coisa e tal. Num arroubo de futilidade "me comprei-me" um lindo sapato vermelho de salto. Meu marido nem acreditou, mas tô bem feliz.
    Agora de olho nos alfineteiros, que achava que era futilidade a agora tenho necessidade deles, tô escolhendo um dos seus pra fazer e postar no meu blog - pra te animar ainda mais.
    Viu, minha querida, os conceitos das pessoas mudam, mas se umas mantêm a cabeça fechada, a culpa não é sua e vc segue feliz como é. E deve estar mais linda de cabelo novo.
    Abraços fortes e iluminados procê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvana, eu adoro sapatos vermelhos! Não posso usar salto, mas me esbaldo nas sapatilhas!

      Excluir
  6. Não vejo nada de fútil em querer estar bem e feliz! Idosa, cabeluda, desgrenhada, não dá né!!! (rsrsrs)
    Acho super saudável cabelo arrumado, unhas feitas, perfume... sou dessas!
    Fiquei apaixonada pelos alfineteiros... lindos!

    ResponderExcluir
  7. Não me conhece, mas estou sempre por aqui te admirando!... Futil é quem não tem mais o q fazer da vida e fica fuxicando a vida alheia! Vc é um exemplo de mãe/mulher/ser humano... é de carne e osso como todas nós e tem seus altos e baixos! acha tempo pra fazer tantas artes e ainda se manter bonita: isso é uma dádiva - morram de inveja as que não são capazes disso!!! rsss
    E acredite se quiser: antes de vir te bisbilhotar hoje estava no banheiro escovando os dentes e relembrando o seu post e me animando a pesquisar pra ver se me aventuro nessa arte da maquiagem discreta para melhorar nosso shape! não passo nem gloss sem um espelho pra me auxiliar e não borrar... ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rá! Dri, e não precisa gastar muito, tem várias marcas nacionais ou que vendem em farmácia que são excelentes! Indico a maybelline, a tracta, a vult e duda molinos. São ótimas! Maquiagem é treino, com o tempo fica automático. beijos

      Excluir
  8. Lu, que bom saber que as coisas estão se encaixando e a vida melhorando. Fico feliz em saber. Qto a vaidade acho que com a grande maioria das mulheres é assim(porque tem aquelas que são relaxadas por natureza né? rs)... nosso estado de espirito se reflete na nossa aparência e querer se sentir mais bonita tem sim relação direta com a felicidade. Então bora ser feliz e cada vez mais bonitas né...

    Boa semana querida.
    Beijos Edi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edi, acho que realmente a aparência reflete nosso espírito... se estamos de mal com o mundo, não há como ser bonita. beijos queridona!

      Excluir
  9. Olha, eu concordo com você o primeiro sinal de que não estou bem é o desleixo com minha aparência.
    Ano passado fiquei meses sem cortar os cabelos,saia sem minha make saúde(corretivo,blush,rimel e batom)isso é dignidade zero pra uma mulher, né?
    Cuidar da aparência não é futilidade é sinal de saúde e felicidade.
    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não é verdade Angela? eu sou assim também!

      Excluir
  10. Nossa mulher, como consegue tanto tempo no seu dia, acho que ele tem mais de 24 horas...hehehe Faz tanta coisa linda, trabalha, cuida da família e ainda tem tempo para maquiagens, posts,... preciso aprender um pouco desta arte. Ah, acho que as pessoas que nos veêm bem e se afastam não merece mesmo nossa companhia, que os bons ventos os levem...
    Abraços e uma linda semena para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandra, todo mundo me pergunta isso desde sempre. Mas eu sou um tiquinho hiper-ativa... de qualquer forma, meu dia a dia é igual ao de todo mundo, de casa para o trabalho, do trabalho para casa. Eu costuro apenas nos fins de semana ou quando sobra um tempinho à noite. Os posts eu faço muitos de uma vez só, normalmente nas noites de domingo, e daí é só ir postando no dia a dia. Só para vc ter uma idéia, tenho 15 posts prontos para ir ao ar. E maquiar não me custa mais do que 10 minutos diários! Mas sim, minha vida é corrida e vou ser sincera, não tenho tempo para coisas que gostaria, como ir ao salão toda semana (fazer a mão), fazer ginástica e sair com as amigas. Mas tudo são escolhas. Beijos!!!!!!!

      Excluir
    2. Muito bom Lu!!!
      Eu não tenho filhos e também não arrumo tempo para coisinhas divertidas, acho que é questão de escolha, como disseste.
      Muito bom ver que você lê e, mais que isso, responde aos nosso comentários.
      Beijos

      Excluir
    3. Não é sempre que arranjo tempo para responder, mas quando posso eu faço questão! Mas leio sempre!!!!!!!!!!!!!!
      beijos

      Excluir
  11. Lu, acompanho em silêncio há bastante tempo o teu blog, desde que morava em Curitiba (hoje estou de volta a Florianópolis), e fiquei sim BASTANTE surpresa com teu post sobre makes... Que surpresa boa!!! Me senti menos ET e definitivamente muito menos sozinha por ver que não sou só eu que circulo pelo mundo intelectual e sério (sou psicóloga), pelo lado mulher caseira (tenho minha querida máquina de costura e adoro me aventurar nos pequenos projetos) e apesar do lado "sério" AMO maquiagem e esse lado todo feminino!
    Se antes dos 30 anos, usava maquiagem apenas em "eventos noturnos", hoje em dia acho que ela realmente está aí para que possamos mostrar pro mundo nosso melhor lado e nossa face mais linda! hehehhe...
    Adorei tuas dicas e já comprei uma das bases que você indicou, pois ando na fase "a procura da base perfeita" pra minha pele que também é oleosa! Tomara que ela funcione!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, que bom que vc se identificou com o post! Fico feliz em saber que não sou a única! Achar a base perfeita requer tempo e dinheiro (porque sempre acabamos comprando algo que não serve), mas um dia encontramos. Ultimamente as da maybelline são as que mais se adaptam à minha pele. Beijos

      Excluir
  12. Lu, dá para fazer uma longa lista do que realmente é fútil e cuidar de si mesma não está nela. Não se deixe abalar. Aproveito pra te peguntar, supondo que você possa me dar uma ideai, pois esses alfineteiros me lembraram que preciso de um peso de porta (não tente entender os caminhos mentais que fizeram essa combinação...): sabe onde encontro um peso que evite que a porta bata, feito de tecido, aqui em Curitiba?
    Boa semana,

    www.arteamiga.wordpress.com e www.freguesiadolivro.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JÔ, acho que lá na feirinha deve ter com certeza.beijos

      Excluir
  13. Luuuu!!!
    Se você está feliz com você, com ou sem maquiagem, é isso que importa.
    Os "excluidores" não aceitaram seu lado mulher, pois deviam achar que você era uma feminista extrema...hehehe
    Confesso que me surpreendi com esse seu lado make, que eu desconhecia, e adorei todas as dicas que você deu.
    Seja feliz!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu! Tenho acompanhado tuas postagens há algum tempo e tenho gostado muito dos teus textos, inclusive este. Concordo com cada vírgula que escreveste. Acho que as pessoas tem o direito de ser o que quiserem, se quiser ser fútil, que seja. Se quiser ser mais "largada", que seja (eu sou da turma das largadas...). Resta aos outros respeitar as diferenças e quem te excluiu, se foi por causa disso, mostrou que é uma pessoa intolerante. Tem uma coisinha que disseste que não consigo agir assim, mas não é que esteja discordando de ti, pelo contrário, gostaria muito de pensar como tu e ficar tranquila assim. Não que eu queira ser uma Suzana Vieira da vida, mas a té as largadas tem vaidade e eu fico meio cabreira sentindo a idade chegar, um babadinho, aqui, outro lá, não conseguir mais emagrecer com a mesma facilidade de antes, uma ruguinha aqui, outra ali...ai,ai! Mas faz parte, né? Bjinho!

    ResponderExcluir
  15. Adorei o post sobre maquiagem, achei bem legal os passos da transformação e o desabafo de hoje fechou.Não somos fúteis por nos arrumarmos para uma jornada lotada de trabalho todos os dias: ser nós mesmas, mãe, profissional, amantes ou esposas...e vai longe esta lista de afazeres diários. Estar elegante, cabelos arrumados, mãos feitas e bochechas rosadas, com certeza deixam os dias mais leves. Porque o nosso corpo e nosso rosto é o espelho do coração.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis